-->
Contato    Equipe    O site   

Resenha: Beyond the Human Mind (2017) Vandroya



   O Brasil é um país com uma grande quantidade de fãs das vertentes mais melódicas do metal por outro lado com poucos nomes de peso no gênero. Bandas como Angra, Hibria, e Hangar têm uma base consolidada de fãs, mas com o lançamento de "Beyond the Human Mind" o Vandroya mostra que está pronto para alcançar o seu merecido lugar de destaque no metal nacional. Depois do seu primeiro álbum o belíssimo "One", vemos evolução natural na sonoridade do Vandroya. "Beyond the Human Mind" já se confirma como um dos maiores lançamentos desse ano, indo além de classificações erronias esse é um verdadeiro e belo trabalho de prog power metal.  
   O Vandroya é composto por Daísa Munhoz (vocais), Marco Lambert (guitarra), Rodolfo Pagotto (guitarra), Giovanni Perlati (baixo) e Otávio Nuñez (bateria). Logo após a introdução somos surpreendidos com "The Path to the Endless Fall", uma música que não deve absolutamente nada para qualquer banda de power metal europeia, um refrão que realmente ficamos um bom tempo cantarolando depois de escutar. 
     Quando escutamos "Beyond the Human Mind", Daísa confirma mais uma vez, o por que de ser uma das mais lindas vozes do metal nacional. Um dos riffs mais marcantes do álbum está presente em "Maya", onde a banda mostra todo o seu peso e a habilidade de criarem refrões que realmente ficam em nossa cabeça. "Time After Time" e  "I'm Alive" (primeiro single do álbum), seguem essa linda mostrando que o Vandroya já estabeleceu uma sonoridade própria e característica da banda.  
    O álbum também contêm baladas, duas ótimas por sinal "Last Breath" que os belos acordes do violão combinados a voz da Daísa, compõem um dos momentos mais sentimentais da obra. A segunda balada é "If I Forgive Myself", é aquele tipo de música para quando queremos apresentar uma banda de metal para pessoas que não estão acostumados com gênero, pois é IMPOSSÍVEL alguém não gostar dessa música, começando com voz e piano uma música calma onde podemos perceber toda doçura da voz da Daísa, mas logo que as guitarras começam lembramos que estamos ouvindo uma banda de metal, talvez seja a melhor balada da banda até o momento. 
  O última do álbum, e para mim a obra prima desse trabalho do Vandroya, é a música "Beyond the Human Mind" em seus mais de dez minutos, a banda explora todo o seu lado progressivo, de uma forma que nem vemos o tempo passar enquanto escutamos a música titulo do álbum. Muito bem produzido e mixado, é um lançamento que tem tudo para ser um dos melhores álbuns de 2017 e cravar o nome do Vandroya como uma das grandes bandas do nosso metal nacional. Quem quiser conferir o álbum na integra ele está disponível no Spotify. 

Track-list:
1. "Columns of Illusion" - 2:41
2. "The Path to the Endless Fall" - 6:09
3. "Maya" - 6:38
4. "Time After Time" - 4:18
5. "Last Breath" - 4:33
6. "I'm Alive" - 4:37
7. "You'll Know My Name" - 5:59
8. "If I Forgive Myself" 6:25
9. "Beyond the Human Mind" - 10:48



Páginas Officiais: 

0 Comentario "Resenha: Beyond the Human Mind (2017) Vandroya "

Postar um comentário

O texto representa a opinião do autor e não a opinião do elegiaecanto.com ou de seus editores

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

LANÇAMENTO

Próximos Eventos

PARCEIROS

     

Seguidores

EC NO FACEBOOK