-->

terça-feira, 10 de maio de 2016

Tuatha de Danann no Rio de Janeiro

Tuatha de Danann volta ao Rio para uma noite de celebração do metal nacional 



    Após três anos de sua última passagem pelo Rio de Janeiro, os mineiros do Tuatha de Danann retornaram a cidade com um público muito ansioso e animado para rever a principal banda de folk metal do país. Por volta das 18:00h a fila começava a se formar na porta do Lapa Rock Experience, o que foi somente o início da noite, pois com os ingressos antecipados esgotados os ingressos da bilheteria não demoraram muito tempo para acabarem, muitos fãs não conseguiram comprar os ingressos. Mas o lado positivo é que o guitarrista Rodrigo Berne em seu facebook confirmou que a banda não irá demorar a tocar novamente na cidade, o que é uma ótima noticia para os fãs.
    Logo na primeira banda ouve um atraso na organização dos instrumentos, o que em consequência atrasou todas as bandas seguintes, mas isso não desmotivou o público que estava presente, estes que responderam muito positivamente as bandas de abertura
e ovacionaram o Tuatha de Danann. Realmente mostrando como o público brasileiro é conhecido por ser sempre muito receptivo, a animação e participação dos fãs presentes foi um show a parte, mostrando que o público também valoriza e respeita muito as bandas nacionais.
A primeira banda da noite foram os cariocas do Quintessente, que retornaram aos palcos após quatorze anos de hiato, com um som mais voltado para o doom e gothic metal, acompanhados do vocal potente de André Carvalho a banda conquistou o público que curte essa vertente do metal. A segunda banda da noite foram os também cariocas do Dreadnox que com seu heavy metal tradicional apresentou principalmente canções de seu último álbum “The Hero Inside”  de 2014, e também músicas do longo da carreira, os problemas técnicos que ocorreram durante a apresentação não desanimaram o público que estava curtindo bastante o som da banda.
    Em seguida o show mais aguardado da noite começava diante de um público visivelmente muito feliz e eufórico. O setlist do show foi muito bem trabalhado unindo diferentes fases da carreira do Tuatha de Danann, apresentando pela primeira vez na cidade as músicas do último álbum “Dawn of a New Sun” de 2015, o qual marcou o retorno da banda, com um lançamento muito bem aceito pelo público que cantou junto todas as músicas tocadas na noite. O que deixou a banda visivelmente muito feliz pela receptividade calorosa do público, deixando os músicos surpresos. O vocalista Bruno Maia, agradeceu aos presentes inúmeras vezes pela receptividade do público e o fato de cantarem todas as músicas.
A verdade é que o público carioca é um grande apreciador do folk metal, a cada ano bandas internacionais do gênero vem tocando na cidade. A reação do público a ouvirem clássicos da banda mineira foi emocionante, uma mistura de empolgação e felicidade, não deixando absolutamente nada a desejar a shows de bandas internacionais. Com isso o Tuatha de Danann demonstra como é uma das melhores bandas de folk metal do mundo. Músicas como Finganforn, The Dance of Little Ones, Bella Natura e Believe It’s True foram os pontos principais da noite, realmente momentos que ficaram por muito tempo na memória daqueles que estavam presentes nesse dia sensacional. Os fãs esperavam muitos anos por isso, espero realmente que não demorem a retornar, pois o público carioca verdadeiramente adora esses mineiros carismáticos.
     Vale destacar também o belo trabalho realizado pela produtora carioca BE MAGIC, que tem como característica principal a valorização do metal nacional. E no show realizado no último dia sete de maio, podemos perceber como eventos assim são importantes para cidade do Rio de Janeiro, pois apresentam ao público ótimas bandas nacionais, que muitas vezes o público ainda não conhece. E também traz a cidade bandas consagradas que há muito tempo não passavam pelas terras cariocas, como o tão aclamado e adorado Tuatha de Danann.











Resenha e fotos: Daniela Godinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O texto representa a opinião do autor e não a opinião do elegiaecanto.com ou de seus editores