-->
Contato    Equipe    O site   

The Green Man

Peter Steele (04/01/1962 - 14/04/2010)

Tempos que não posto nada no blog, mas me senti na obrigação de falar do fim deste ser humano de mente criativa e perturbada que criou todo o mundo verde e preto do Type O Negative e de compartilhar o que penso com todos que também adimiram o som da banda.

Peter Steele era um daqueles caras que fazia da música a expressão máxima de como ele vivia, do que ele pensava. Falava de seus demônios, fraquezas, enfim, em letras e tons verdadeiros que conquistaram o respeito de todos, sejam eles fãs de death, black, doom ou gothic metal.

Infelizmente o corpo e a mente de Peter foram arruinados por drogas pesadas, se afundando cada vez mais em um buraco sem volta. O tom apocalíptico e fúnebre das composições do último album, "Dead Again", já entregava que havia algo de errado com Peter e mais uma vez mostrava o quanto que ele era honesto com todos que ouviam sua música.

Mas o que fica é o legado, tudo que ele fez pela música, o tanto de músicos que tem e terão como inspiração o trabalho de Peter Steele junto com os seus companheiros do Type O Negative, pois a música quando é boa atravessa décadas, séculos e com certeza ouviremos muitas coisas ainda que nos farão pensar, "puxa, isso lembra o Type o Negative".

A morte causa comoção não é? Agora muitos começarão a ouvir Type O Negative, que seja, nunca é tarde para conhecer o que é bom. Embora o "Sangue seja mais denso que a água e muito mais difícil de limpar" logo passará toda essa perturbarção que a morte causa, escancarando que nunca mais ouviremos algo novo de Peter Steele. Todos nós que curtimos o trabalho de Peter devemos apenas celebrarar ouvindo Type O Negative alto pra caralho, exaltando a existência essencial de Peter sem deixar a bandeira verde e preta apodrecer e se desfazer. Termino com a tradução de "Dead Again". Sim amigos, ele falava sério. Descanse em paz Green Man.

Dead Again

Primeiro, para admitir eu sou drogado, já estou condenado
E sempre serei, hei cara não me siga
Não há desculpas para o abuso de drogas
Já disse isso mil vezes
Não quero viver em um tribunal de mentiras das
neuroses, cirroses

Por favor, faça-me sorrir se você aprendeu com o meu experimento
Baby eu pagarei por este preço talvez salvando sua vida
Eu não consigo determinar este ponto o suficiente
Pegar é fácil, difícil é largar
Pelo nariz ou abrindo uma veia não há ninguém a não ser você para culpar

Eu não acredito que eu morri noite passada, oh Deus eu morri de novo
Eu não acredito que eu morri noite passada, eu estou morto de novo!

Alegria química te deixando paranóico
Enterrado recentemente no Cemitério Greenwood
Eu não tenho pulso desde a última vez que chequei
Eu negociei minha vida por auto-respeito
Existem coisas piores que a morte

3 Comentarios "The Green Man"

  1. É uma grande perda pro mundo da música.
    Peter e Type O foram e continuam sendo a inspiração de inúmeras bandas do gothic e doom metal.
    Saudades da epóca do Octuber Rust :/

    ResponderExcluir
  2. Apático. (Arthur Müller)24/4/10 12:15 PM

    Sem comentários!
    Ficou muito boa a homenagem. Eu já imaginava que o meu pedido para homenagear esse mestre iria ser aceito/feito... Mas não imaginava que seria com essas belas palavras. Obrigado por ter postado essa homenagem, não peço apenas por mim, mas por todos que ouviram, gostaram e sentiram a musica do Type O Negative.

    ResponderExcluir
  3. Type O Negative foi o primeiro rock pesado que escutei e admiro estes caras até hoje.

    Nunca fui fãn cego para exaltar alguêm; mas sempre respeitei o Peter, seja na sua altura descomunal, na sua voz que impõe respeito ou seja em suas atitudes.

    Como você disse, o cara era honesto e isto bastava para ele.

    Seu blog é bem legal e gostei do que escreveu sobre Peter Steele.

    ResponderExcluir

O texto representa a opinião do autor e não a opinião do elegiaecanto.com ou de seus editores

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Próximos Eventos

PARCEIROS

     

Seguidores

EC NO FACEBOOK